Quarta, 18 de Outubro de 2017

saúde

Supositório com base no canabidiol
promete o adeus às cólicas menstruais

10 MAI 2017Por DA REDAÇÃO08h:06

A dismenorreia, mais conhecida como cólica menstrual, é um problema que afeta mais da metade das mulheres brasileiras.

Parcela delas sofre com dores de forte intensidade, que não encontram alívio no uso de medidas caseiras e analgésicos simples. Para atendê-las, a indústria farmacêutica apresentou recentemente um supositório vaginal, à base de canabidiol e THC, substâncias presentes na maconha. 

Apesar de informações positivas sobre seus efeitos terem chegado ao Brasil, esses medicamentos ainda não estão disponíveis por aqui, pois o uso medicinal de produtos à base de cannabis só é autorizado mediante autorização da Justiça.

Segundo os pesquisadores, a substância THC e o canabidiol (CBD) presentes na fórmula relaxam a musculatura da região pélvica, que tem o maior número de receptores canabinoides, depois do cérebro, e aliviam a dor. 

Os supositórios da marca Foria Relief, por exemplo, são vendidos apenas na Califórnia e Colorado, nos Estados Unidos, e custam U$ 44 (cerca de R$ 140) a caixa com quatro.

Relatos das consumidoras no site da empresa indicam que a maioria ficou satisfeita com o uso do Foria Relief. Mas ainda há depoimentos, em menor quantidade, de pessoas que não sentiram os seus efeitos.

*Leia reportagem na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Leia Também