Quinta, 21 de Setembro de 2017

TEMPO

Umidade relativa do ar em 25% é perigo potencial em Mato Grosso do Sul

Inmet emitiu alerta e baixa umidade deve continuar até amanhã

15 JUL 2017Por BÁRVARA CAVALCANTI17h:33

A umidade relativa do ar nesta tarde de hoje em Mato Grosso do Sul está entre 20% e 30%, o que é classificado como perigo em potencial para a saúde humana. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta e indica que a baixa umidade nesta faixa deve continuar até pelo menos a tarde de amanhã. Em Campo Grande, a umidade está em 28%.

Por causa do tempo seco, que propicia o fogo em vegetação, Mato Grosso do Sul ficou em 9º no ranking de focos de incêndio por estado, conforme dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

O levantamento do Inpe indicou que entre ontem e hoje foram registrados 265 focos no estado. O Inpe ainda registrou que dois municípios de Mato Grosso do Sul, Corumbá e Nova Alvorada do Sul, estão entre as 30 cidades no país que mais registraram focos de incêndio nas últimas 24h no Brasil. Dados do Instituto indicam que houveram 75 focos em Corumbá e 55 em Nova Alvorada.

Em Campo Grande, o Corpo de Bombeiros teve de atender ocorrência de fogo em vegetação no bairro Monte Castelo, na tarde de hoje. A recomendação dos Bombeiros nesta época é de evitar as queimadas, que se alastram rapidamente com a vegetação seca.

PREVISÃO

O tempo seco deve continuar durante a próxima semana. O que muda é que frente fria derruba as temperaturas em todo o estado e há possibilidade de chuvas nas regiões sul e oeste, mas só a partir de segunda-feira.

O frio, que reaparece depois de dez dias, derruba as temperaturas e há previsão de mínima de 1ºC no município de Sete Quedas. Em Campo Grande, a mínima deve ser de 10ºC no começo da semana, mas que ainda deve cair para 9ºC na madrugada de segunda para terça. As máximas devem ficar entre 11ºC e 15ºC no interior e em torno dos 21ºC na Capital.  

Leia Também