Segunda, 26 de Setembro de 2016

Fertilizantes

Petrobras vai abandonar projeto de fertilizantes e vender fábrica em MS

A estratégia faz parte do novo Plano de Negócios e Gestão da estatal

21 SET 2016Por DA REDAÇÃO06h:00

A Petrobras oficializou que vai abandonar “integralmente” a produção de fertilizantes. A estratégia faz parte do novo Plano de Negócios e Gestão da estatal, que prevê um corte de 25% nos investimentos para os anos de 2017 a 2021. O corte, já era esperado pelo mercado, será de US$ 98,4 bilhões (previstos no último plano, divulgado em janeiro deste ano) para US$ 74,1 bilhões. 

De acordo com o plano, o primeiro sob a gestão de Pedro Parente, que assumiu a presidência  em maio deste ano, a estatal irá priorizar projetos de exploração e produção de petróleo no Brasil, “com ênfase em águas profundas”. 

Com isso, a produção da fertilizantes deverá ser deixada de lado, assim como outras atividades da companhia, segundo a nova estratégia da empresa: “Otimizar o portfólio, saindo integramente das atividades de biocombustíveis, distribuição de GLP, produção de fertilizantes e das participações em petroquímicas [...]”, aponta o documento. 

(*) A reportagem, de Renata Prandini, está na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Leia Também