Quarta, 07 de Dezembro de 2016

NA BR-060

Hospital não tinha vaga para atender vítima de acidente que matou uma pessoa

Capotagem aconteceu na rodovia e três pessoas ficaram feridas

13 OUT 2016Por RODOLFO CÉSAR17h:36

Capotagem na BR-060, entre Nioaque e Sidrolândia, causou politraumatismo em Eva Alves de Carvalho, de 41 anos. Ela foi atendida no Hospital de Sidrolândia, mas devido às fraturas no tórax e crânio, precisou de atendimento avançado em Campo Grande.

A Santa Casa da Capital não tinha vaga para atendê-la, mas a unidade de saúde de Sidrolândia precisou recorrer ao atendimento de vaga zero. Esse procedimento é previsto no Sistema Único de Saúde (SUS) quando a transferência é exigida, mas o hospital de destino informa que não há vaga para atender o paciente. Mesmo nessa condição, a remoção é feita.

No acidente, que aconteceu na manhã de hoje e Maria do Carmo Alves Carvalho, de 60 anos, morreu no local. O Uno que capotou ainda tinha como passageiros Alexandre de Carvalho, de 22 anos, uma criança de 8 anos e um adolescente de 17 anos.

O Hospital de Sidrolândia divulgou nesta tarde que o estado de saúde de Alexandre, da criança e do adolescente evoluiu e depois de terem sido submetidos a exames de imagem foram liberados.

A viagem da família teve origem em Bonito e o destino era Campo Grande, informou o site Região News. No momento da capotagem chovia. Testemunhas relataram à Polícia Rodoviária Federal (PRF) que outro carro invadiu a pista contrária, o que causou o acidente com o Uno.

A perícia foi ao local para fazer levantamentos e laudo vai ajudar na investigação da Polícia Civil, que registrou a ocorrência.

SANTA CASA

O hospital em Campo Grande divulgou nota para informar que Eva foi atendida na unidade pela vaga zero. Ela deu entrada na tarde de hoje.

O acompanhamento dela foi feito por equipe da emergência para avaliar o quadro clínico e definir as especialidades médicas que devem fazer o tratamento com com a paciente. Eva estava consciente e orientada no momento da internação na Santa Casa de Campo Grande.

*Matéria editada às 18h17 para acréscimo de informações.

Leia Também