Quarta, 18 de Outubro de 2017

ENTRE JUTI E IGUATEMI

Projeto para recuperação de rodovia que desmoronou custará R$ 1,1 milhão

Ano passado, trecho do asfalto entre Iguatemi e Juti foi "engolido" por cratera

20 MAR 2017Por GLAUCEA VACCARI12h:47

Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) contratou por R$ 1.175.000,00 a Eletra Engenharia Ltda para elaboração de projeto executivo de engenharia para melhoramento, recuperação e restauração da MS-180, entre Iguatemi e Juti. Rodovia foi parcialmente interditada ano passado por conta de erosão que se formou após chuvas. 

Extrato do contrato foi publicado na edição de hoje do Diário Oficial do Estado e recursos são oriundos do Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de Mato Grosso do Sul.

Contrato tem prazo de 120 dias consecutivos, a contar a partir da data de recebimento da ordem de serviço, a ser expedida pela Agesul. 

EROSÃO

Em dezembro de 2015, parte da rodovia, entre Iguatemi e Juti, desmoronou depois de fortes chuvas e foi consertado ainda no fim do ano.

No dia 4 de janeiro do ano passado, trecho foi novamente interditado pela Defesa Civil depois de aproximadamente 80% do pavimento desmoronar, novamente por conta de chuvas.

No mês de maio, novas chuvas agravaram o problema e grande volume de água fez com que erosão, que se formou às margens da rodovia, avançasse em direção a pista e “engolisse” parte do asfalto.

Em setembro, equipe do Correio do Estado percorreu parte da rodovia e constatou que nenhuma intervenção foi feita, com erosão engolindo praticamente as duas pistas junto ao km 75.

Leia Também