Quinta, 19 de Outubro de 2017

FRONTEIRA

Irmão de chefe do tráfico, empresário é executado a tiros de pistola 9mm

Pistoleiro abordou vítima ao sair de academia no centro de Ponta Porã

14 MAR 2017Por GABRIEL MAYMONE20h:21

O empresário Ronny Chimenes Pavão, de 38 anos, foi executado, por volta das 18h desta terça-feira (14), ao sair de uma academia, no centro de Ponta Porã. Ele é irmão do traficante Jarvis Chimenes Pavão – apontado como um dos suspeitos de mandar matar o chefe do tráfico na fronteira, Jorge Rafaat em junho do ano passado.

Segundo a imprensa local, Pavão havia saído da academia e estava caminhando na Rua General Osório, quando um pistoleiro se aproximou em uma moto e efetuou 12 disparos de pistola 9mm.

A Polícia Civil foi ao local e investiga o caso.

MORTE DE RAFAAT

Jorge Rafaat Toumani, apontado como um dos principais chefes do narcotráfico na fronteira, foi executado em atentado na noite do dia 15 de junho do ano passado, em Pedro Juan Cabalero, na fronteira com Ponta Porã. De acordo com os principais jornais paraguaios, Rafaat morreu depois de ter o carro atingido por mais de 200 tiros de armamento militar, calibre .50.

Pavão era um dos principais rivais de Rafaat na disputa pelo comando do tráfico de drogas na região. O traficante está preso.

Leia Também