Segunda, 20 de Novembro de 2017

Contrabando

Pedreiro atravessou MS para entregar
2.200 abortivos no Rio de Janeiro

Autor foi preso em flagrante pela Polícia Militar no estado de São Paulo

13 NOV 2017Por RENAN NUCCI09h:25

A Polícia Militar Rodoviária de São Paulo apreendeu na noite de ontem, na rodovia Raposo Tavares (SP-270), 2.200 comprimidos contrabandeados do abortivo Cytotec, transportados por um paraguaio de 43 anos, em ônibus interestadual. O pedreiro entrou no Brasil pela fronteira com o Paraguai, via território sul-mato-grossense, e entregaria a carga no Rio de Janeiro.

De acordo com a PM, o flagrante aconteceu por volta das 23 horas, na região do município de Presidente Epitácio, próximo da divisa de Mato Grosso do Sul com São Paulo. Durante abordagem, o paraguaio, natural de Pedro Juan Caballero, não conseguiu explicar com clareza a razão da viagem e entrou em contradição várias vezes, levantando suspeita por parte dos PMs.

Durante vistoria no bagageiro do ônibus, os policiais encontraram 2.200 comprimidos de Cytotec, escondidos dentro de um pote de batata frita e de um pacote de erva para tereré. Diante do flagrante, o autor confessou ter sido contratado por R$ 1.500 para entregar o material no Rio de Janeiro. Ele foi encaminhado à Delegacia de Polícia Federal da região, onde foi indiciado.
 

Leia Também