Sábado, 03 de Dezembro de 2016

ASSOREAMENTO

Ministro do Meio Ambiente sobrevoa Rio Taquari para avaliar assoreamento

José Sarney Filho está em MS para participar de encontro sobre Pantanal

14 OUT 2016Por GLAUCEA VACCARI16h:35

Ministro do Meio Ambiente, José Sarney Filho, sobrevoou o Rio Taquari na manhã de hoje, para ver o assoreamento e impactos ambientais causados pela ação humana no Pantanal do Paiaguás, em Mato Grosso do Sul.

Sarney Filho está no Estado para participar de encontro interestadual sobre o Pantanal e o desafio da conservação da biodiversidade por meio de práticas sustentáveis, que será realizado em Miranda. Ele chegou ontem e permanece em MS até amanhã.

Na agenda de hoje, além de sobrevoar o Taquari, ministro participou de reunião sobre a Reserva do Patrimônio Particular Natural de Acurizal, com a presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Renováveis (Ibama), Suely Araújo, secretário de Biodiversidade e Florestas, José Pedro de Oliveira e secretário de Recursos Hídricos do Ministério do Meio Ambiente, Ricardo Soavinski e Roberto Klabin.

Depois, Sarney Filho esteve na Reserva Particular do Patrimônio Cultural Acurizal onde se reuniu com representantes da Rede de Proteção e Conservação da Serra do Amolar, na região de Corumbá. 

Amanhã, a partir das 8h30, será realizado encontro que debaterá sustentabilidade e turismo no Pantanal. Evento contará com a presença do Governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), governador de MT, Pedro Taques (PSDB), secretários estaduais dos dois estados, das áreas de desenvolvimento, meio ambiente e turismo. Ministro do Turismo, Marx Beltrão, foi convidado e ainda não confirmou presença.

ENCONTRO INTERESTADUAL

Considerado Patrimônio Nacional pela Constituição Federal em 1988 e patrimônio natural da humanidade pela Unesco em 2000, o Pantanal é a maior área úmida alagada do planeta. Região é rica em diversividade biológica, social e cultural e é desafio conciliar atividades econômicas com a conservação da biodiversidade.  

Intitulado “Futuro do Turismo e Iniciativas à Sustentabilidade do Pantanal”, encontro é iniciativa do Instituto SOS Pantanal e tem objetivo de chamar a atenção para importância social e ambiental do bioma Pantanal.

Durante o encontro será discutida a importância de se avançar na criação de uma lei em comum para o Pantanal entre os estados de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, bem como um plano de turismo para a região, respeitando as peculiaridades do ecossistema.

Um exemplo é o período da piracema, onde os peixes se reproduzem e a pesca é proibida. No MT os rios já estão fechados e no MS o defeso só começa em 1º de novembro.

Também estão previstas a realização de atividades culturais, como festa do laço comprido, evento tradicional na região, e exposição de projetos de conservação em fauna e flora.

Leia Também