Sábado, 01 de Outubro de 2016

VEJA RANKING

Estado tem 21 cidades com professor
ganhando menos que o piso

Fetems divulgou ranking atualizado de salários

19 SET 2016Por RODOLFO CÉSAR19h:07

No Estado ainda há 21 prefeituras que não pagam o piso nacional para os professores da rede municipal de ensino. A Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul (Fetems) divulgou hoje ranking dos salários.

O piso nacional vigente é de R$ 2.135 para jornada de 40 horas semanais. Na lista da Fetems, a primeira cidade que aparece nessa situação é Rochedo, que paga R$ 2.132,76. A pior prefeitura nessa classificação é Miranda, onde o professor ganha R$ 1.697,40.

A federação informou que atualizou seu ranking nesse período de eleição municipal para informar a condição da política de valorização do servidor na educação.

"Os três primeiros municípios são Campo Grande (porém não está cumprindo a legislação vigente), Corumbá e Fátima do Sul. Já os três últimos colocados são Guia Lopes da Laguna, Miranda e Angélica", divulgou nota.

VEJA O RANKING

Leia Também