Sexta, 02 de Dezembro de 2016

Sonora

Empresário é indiciado por exploração sexual de funcionário e adolescente

Homem tentou manter relações sexuais com vítimas em troca de presentes

18 OUT 2016Por GLAUCEA VACCARI17h:53

Empresário de 46 anos foi indiciado por assediar sexualmente um ex-funcionário de 19 anos e tentar manter relações sexuais com um adolescente de 14 anos, em Sonora.

De acordo com a Polícia Civil, jovem de 19 anos procurou a polícia para denunciar que era constantemente assediado sexualmente pelo patrão, que fazia propostas de cunho sexual e mostrava vídeos pornográficos ao rapaz.

Vítima relatou também que, durante trabalho de carregamento de frangos em chácara na região pantaneira, patrão insistiu em manter relações sexuais, tendo exibido acessórios eróticos e tocado o órgão genital do funcionário.

Em cumprimento de mandado de busca e apreensão, polícia encontrou na chácara do suspeito diversos preservativos, lubrificantes íntimos e acessório sexual. Além disso, laudo pericial constatou que no notebook do suspeito haviam várias fotos de homens nus e seminus praticando sexo.

Durante as investigações, polícia descobriu que adolescente de 14 anos, que trabalhou como ajudante de pedreiro na chácara do empresário, também foi vítima de assédio.

Segundo o adolescente, suspeito tocou seu órgão genital em várias ocasiões e insistia em manter relação sexual, sob promessas de presenteá-lo com um aparelho celular.

Em interrogatório, suspeito não negou os fatos e optou por permanecer em silêncio. Inquérito foi concluído e ele foi indiciado pelos crimes de assédio sexual, importunação ofensiva ao pudor, ameaça e exploração sexual de adolescente.  

Leia Também