Quinta, 08 de Dezembro de 2016

DOURADOS

Jovem é preso por atirar em adolescente e confessa atentado contra rival

Djefferson foi morto por, pelo menos, cinco tiros de pistola

15 OUT 2016Por MARIANE CHIANEZI12h:14

Suspeito de ser o responsável pelo atentado contra Djefferson Oliveira Alves, de 25 anos, morto na noite de 23 de setembro, Sidney Sabino de Lima Júnior, de 18 anos, foi preso na tarde de ontem (14), no Jardim Itália, em Dourados.

De acordo com o site Dourados News, a polícia chegou até Sidney depois que testemunhas o identificaram como o responsável por atirar contra um adolescente de 16 anos que estava em um bar. Na delegacia, ele confessou o crime contra Djefferson.

O rapaz foi encontrado na mesma rua ao do bar por uma equipe do Grupo Especializado Tático de Motos (Getam) dentro de um veículo Celta, de cor preto. Ao perceber a presença dos militares, Sidney tentou se livrar da arma, uma pistola 9 milímetros.

Ele foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil, onde confessou os dois crimes. O jovem afirmou que o crime foi motivado por vingança, pois Djfferson teria matado e ameaçado seus amigos.

Preso em flagrante pela posse ilegal de arma de fogo e tentativa de homicídio, ele também responderá por homicídio e pela tentativa de homicídio contra o rapaz que acabou ferido durante o atentado.

ATENTANDO

Djefferson sofreu atentado na noite do dia 23 de setembro no Jardim Água Boa, em Dourados. Ele foi atingido por, pelo menos, cinco disparos e morreu no local, onde funciona uma conveniência.

Alves estava junto com Fernando de Souza Fábio, que ficou ferido depois de levar três tiros e foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros. Ele está internado no Hospital da Vida.

Na época do crime, testemunhas disseram à polícia que um homem aproximou-se das vítimas e começou a tirar. Logo depois, fugiu e até então, permanecia foragido.

Leia Também