Sábado, 29 de Abril de 2017

CONDENADO

Depois de recomendação do MPE, secretário pede exoneração

Raufi Marques foi condenado por improbidade administrativa

14 MAR 2017Por GABRIEL MAYMONE15h:14

Depois de recomendação do Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPE), o secretário municipal de governo de Dourados, Raufi Marques, pediu exoneração do cargo.

De acordo com o Dourados News, o município entendeu que, mesmo não cabendo a manifestação do MPE, por ainda caber recurso da decisão que condenou o secretário por improbidade administrativa, ele decidiu sair.

A alegação do MPE é de que Marques é condenado por improbidade na época em que atuou no governo de José Orcírio – também condenado -.

Para o promotor Ricardo Rotunno, titular da 16ª Promotoria de Justiça de Dourados, "mesmo após a condenação por ato doloso de improbidade administrativa, Raufi Antonio Jaccoud Marques permanece à frente da Secretaria Municipal de Governo. E, tal conduta além da violar aos princípios da administração pública como um todo, fere texto expresso da Lei Complementar Municipal n. 203/2012, que "disciplina a nomeação para cargos em comissão da Administração Direta ou Indireta do Poder Executivo Municipal"", diz o comunicado publicado no site oficial do órgão.

OUTRA BAIXA

Também deve deixar o primeiro escalão da adminitração de Délia a secretária de educação, Audrey Milan. A saída dela será depois da escolha de substituto.

Além de Raufi e Audrey, o ex-diretor da Funsaud (Fundação de Serviços de Saúde de Dourados) e ex-assessor especial lotado no gabinete da prefeita, Albino Mendes, havia deixado a administração após recomendação do MPE no mês passado sob a alegação de possível nepotismo diante da nomeação de seu filho para dirigir a UPA (Unidade de Pronto Atendimento).

Leia Também