Domingo, 04 de Dezembro de 2016

REFORÇO

Exército vai ajudar no trabalho
de limpeza de foco de dengue

Em Corumbá, onde há alta incidência da doença, ação começa sexta

30 NOV 2016Por RODOLFO CÉSAR16h:00

O Exército Brasileiro vai auxiliar a Prefeitura de Corumbá na realização do Dia D de combate ao mosquito Aedes aegypti, que transmite a dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela. A ação acontecerá na sexta-feira (2). A cidade tem alta incidência para dengue, conforme a Secretaria de Estado de Saúde.

Haverá mutirões semanais de limpeza e trabalho de conscientização da população. As visitas foram setorizadas para tentar garantir melhor resultado.

Para acertar detalhes, representantes da Secretaria Municipal de Saúde, da 18ª Brigada de Infantaria, Companhia de Comando e do 17º Batalhão de Fronteira reuniram-se hoje pela manhã.

A participação do Exército foi orientação do Ministério da Defesa, repassada ao Comando Militar do Oeste (CMO), que fica em Campo Grande.

"Orientação é fazer um trabalho junto com as administrações municipais para combater os focos de proliferação do Aedes aegypti, evitando os acontecimentos alarmantes em 2017 que ocorreram durante esse ano no País", divulgou nota da administração municipal de Corumbá.

Já está definido que os mutirões serão realizados entre esta sexta-feira (2) até 15 de abril de 2017. Todas as sextas haverá ação.

“Nós já realizamos ações em parceria com o Exército e com a Marinha. Vamos intensificar ainda mais para evitar o que ocorreu no País em 2016. Nossas equipes vão atuar junto com os militares, reforçando ainda mais a parceria com as Forças Militares”, disse a secretária municipal de saúde, Desiane Silva.

PRIMEIROS LOCAIS

A limpeza de áreas vai começar na região da Bocaina e também passar pelo bairro Cristo Redentor. A atividade educativa será feita na Escola Municipal José de Souza Damy.

Além de agentes de endemias e de saúde, servidores da saúde, educação foram destacados. Caminhões e máquinas pesadas fazem parte do trabalho para o recolhimento de entulhos.

A reunião que definiu o cronograma teve as participações da secretária de Educação, Roseane Limoeiro; do comandante da Companhia de Comando, major Odonias Péricles Alves; do adjunto S3 da Secção de Operações do 17º Batalhão de Fronteira, capitão Daniel Vilhena Amoras, além de integrantes das equipes da Saúde e da Educação.

NO ESTADO

Mato Grosso do Sul teve 58.768 casos de dengue notificados este ano, divulgou a Secretaria de Estado de Saúde. Para tentar diminuir esses números em 2017, em 13 municípios haverá mutirão, entre eles está Campo Grande e Corumbá.

Prédios públicos serão um dos focos principais da operação, mas em cada cidade há particularidades a serem tratadas.

“Temos muitos prédios, pátios de Detran e escolas, vamos cuidar mais ainda para evitar a proliferação. Mas é importante a população manter o cuidado na própria casa”, disse o secretário de Estado de Saúde, Nelson Tavares.

Leia Também