Sábado, 25 de Novembro de 2017

MATO GROSSO DO SUL

Concurso do Tribunal de Justiça tem mais 22 mil inscritos

O certame é para formação de cadastro reserva para vários cargos

26 SET 2017Por MARESSA MENDONÇA10h:54

Mais de 22 mil pessoas se inscreveram no concurso público do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. Segundo dados divulgados ontem pela banca organizadora o número total de candidatos é de 22.814. O certame é para formação de cadastro reserva para 20 cargos.

Para analista judiciário com bacharel em Direito foram 10.679 inscrições, por exemplo. Outras 4.837 pessoas disputam o cargo de analista judiciário com qualquer outro curso de graduação.

CONCURSO

O certame é para formar cadastro reserva para os cargos de analista judiciário (bacharel em Direito), analista judiciário em bacharel em administração e técnico de nível superior nas especialidades analista técnico contábil, analista de sistema computacional, bibliotecário, engenheiro civil, engenheiro eletricista, arquiteto, médico, odontólogo, assistente social, psicólogo, jornalista e estatístico.

Os salários são de R$ 4.913,79 para analista judiciário área fim e área meio (bacharel em direito e administração) e R$ 5.636,96 para os técnicos de nível superior.

PROVAS

Para o cargo de Analista Judiciário – área fim (Bacharel em Direito), a prova será realizada no dia 29 de outubro, das 14h30 às 18h30. As portas de acesso aos prédios onde serão realizadas as provas serão abertas às 13h30 e fechadas às 14h10.

Para os demais cargos, a prova também será realizada no dia 29 de outubro, das 8 às 11 horas. As portas de acesso aos prédios onde serão realizadas as provas serão abertas às 7 horas e fechadas às 7h40.

Os locais serão informados via edital específico no início da próxima semana.

Para o cargo de analista judiciário – bacharel em direito, o caderno de provas consistirá de 60 questões objetivas, contendo cinco alternativas, com apenas uma correta, sendo 20 de conhecimentos gerais e 40 de conhecimentos específicos.

Para os demais cargos, serão 20 questões de conhecimentos gerais e 40 de conhecimentos específicos.

CLASSIFICAÇÃO

A prova objetiva será de caráter eliminatório e classificatório e os aprovados serão aqueles que obtiverem o mínimo de 50% de aproveitamento do total de pontos nas questões de conhecimentos específicos e, no mínimo, 50% de aproveitamento no total de pontos da prova objetiva, além de outros casos previstos no edital.

O resultado final do concurso será homologado pelo Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul e publicado no Diário da Justiça.

NOMEAÇÃO

Os candidatos aprovados formarão cadastro reserva, para efeitos de futura e eventual nomeação, considerando o quantitativo-limite de classificados. A classificação final dos candidatos aprovados terá por base o total de pontos obtidos na prova objetiva.

O concurso terá validade de 2 anos, a contar da data da publicação oficial da homologação, podendo ser prorrogado por igual período, a critério do TJMS.

As vagas surgidas, no curso de validade do concurso, em decorrência do desligamento do titular do quadro de pessoal do Poder Judiciário por motivo de aposentadoria, exoneração e óbito, demissão ou remoção, serão providas por servidor já no quadro de pessoal, por meio de remoção, ou por candidato aprovado no concurso.

As informações sobre atribuições do cargo e remuneração, conteúdo programático, recursos, homologação, nomeação e disposições gerais estão todos contidos em edital.

Leia Também