Terça, 27 de Junho de 2017

ALERTA DE SEGURANÇA

Vírus de ameaça mundial atinge rede
de sistema da Prefeitura da Capital

Computadores de todos os setores do governo municipal precisaram ser desligados

19 MAI 2017Por MARIANE CHIANEZI17h:17

Ataque cibernético que atingiu vários sistemas pelo mundo e recentemente ameaçou Ministério Público Estadual (MPE) e Tribunal de Justiça do Estado, hoje, no período vespertino, causou alerta na rede da Prefeitura de Campo Grande. Suspeita do setor de informática é que um e-mail com o vírus tenha sido aberto.

Assessoria de comunicação da Agência Municipal de Tecnologia da Informação e Inovação (Agetec) divulgou que todos os computadores da prefeitura precisaram ser desligados e atividades foram paralisadas por algumas horas.

Ainda não é possível afirmar em qual setor da administração municipal aconteceu a infecção, mas técnicos foram acionados e trabalham para solucionar o problema.

“Nossos servidores já foram atualizados. Porém, como medida de precaução, optamos por desligar alguns servidores e já colocamos equipes de infraestrutura e segurança para fazer uma varredura e aguardar que nova vacina seja lançada”, disse o diretor da Agetec, Paulo Fernando Cardoso.

O diretor ainda afirmou que nenhum dado da prefeitura foi atingido, mas o alerta para possível dano a sistemas do governo municipal continua.

ESPALHADO NO MUNDO

O vírus que atingiu servidores do governo municipal da Capital é o mesmo que foi espalhado na sexta-feira passada (12). Nomeado de "Wanna cry", ele envia mensagem para o usuário cobrando pagamento por meio de bitcoins (dinheiro virtual) para que o acesso seja novamente disponibilizado.

No dia 12 foram quase 100 países atingidos pelo mesmo tipo de infecção virtual, inclusive no Brasil. Sistema de inteligência da Rússia divulgou que a origem desse vírus foi na China.

Para que o golpe seja efetivado, o usuário precisa abrir arquivo que é enviado em e-mail. Automaticamente esse computador é infectado e todos os demais que estão ligados em rede a ele. Os arquivos ficam criptografados, ou seja, eles ficam inacessíveis. Uma mensagem na tela aparece pedindo pagamento de resgate. Na semana passada o valor pedido era de US$ 300 (mais de R$ 1 mil).

Leia Também