Domingo, 04 de Dezembro de 2016

ônibus

Tarifa em Campo Grande poderá ser
a terceira mais cara entre as capitais

Além de preço elevado, qualidade é ruim, de acordo com usuários

28 NOV 2016Por DA REDAÇÃO05h:30

Com a decisão do prefeito Alcides Bernal (PP) de voltar atrás no congelamento da tarifa de ônibus, a passagem em Campo Grande poderá ser a terceira mais cara entre as capitais brasileiras.

A tarifa, hoje em R$ 3,25, pode subir para R$ 3,70, alta de 13,8%. Atualmente, as tarifas mais salgada são de R$ 3,75 (Porto Alegre) e de R$ 3,80, valor cobrado tanto em São Paulo quanto no Rio de Janeiro. Mesmo com custo elevado, o serviço está aquém do esperado pelos usuários.

As avaliações de quem usa o serviço não sinalizam para a aprovação do aumento. Tarifa cara e serviço ruim. Este é o resumo da avaliação feita por usuários do transporte público ouvidos pelo Correio do Estado. As principais reclamações são a superlotação, o mau estado dos veículos e a demora. A frota de ônibus em Campo Grande está defasada, com apenas 595 veículos para 230 mil habitantes. 

*Leia reportagem e veja enquete, feita por Bárbara Cavalcanti, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.
 

Leia Também