Domingo, 04 de Dezembro de 2016

Campo Grande

Simulação revela que Marquinhos deve vencer Rose com 100 mil votos de diferença

No primeiro turno, dos 595 mil eleitores da Capital, 80,80% foram às urnas

15 OUT 2016Por ALINY MARY DIAS10h:02

Dos mais de 595 mil eleitores campo-grandenses, 80,80% foram às urnas no primeiro turno das eleições, no início deste mês, para votar nos candidatos a prefeito e vereador da Capital. Caso cenário semelhante se repita neste segundo turno, a diferença de votos entre Marquinhos Trad (PSD) e Rose Modesto (PSDB) deve superar os 100 mil, conforme apontam pesquisas divulgadas ontem.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) descarta os votos brancos e nulos para calcular a porcentagem de cada candidato, dessa forma, o Portal Correio do Estado simulou os números do 2º turno da Capital com base nos números revelados ontem pelos institutos Ibope e Valle.

Em ambos levantamentos, se as eleições fossem hoje, Marquinhos Trad conquistaria a prefeitura de Campo Grande com vitória esmagadora sobre Rose. Os institutos divulgaram que Trad está com 63% da intenção de votos válidos, quando os brancos e nulos são descartados.

Levando em conta os números da pesquisa Ibope, encomendada pela TV Morena, Marquinhos conquistaria 302,9 mil votos dos campo-grandenses contra 177,9 mil destinados para a candidata do PSDB. Os números do Instituto Valle revelam que Marquinhos teria pouco mais de 303 mil votos e Rose ficaria com 192,2 mil.

Ainda segundo estimativas dos institutos que têm índice de confiança superior a 90%, ou seja, com chances elevadas de traduzir a realidade, Marquinhos conquistaria a prefeitura com mais de 100 mil votos a mais que Rose Modesto. Os números do Ibope têm margem de erro de 4 pontos percentuais para mais ou para menos e o Valle considera 3,4 pontos como margem de erro.

ESTATÍSTICAS

Conforme o TSE, a faixa etária do eleitorado campo-grandense que predomina é de pessoas com idade entre 30 e 34 anos. A maioria dos votantes (26%) tem ensino fundamento incompleto e apenas 9,5% têm ensino superior completo. Os dados revelam também que 1,9% dos campo-grandenses que devem ir às urnas no segundo turno são analfabetos. Dos mais de 595 mil eleitores da Capital, 53% são mulheres.

Se você quiser conferir novamente os resultados do primeiro turno da Capital, clique aqui

Leia Também