Sábado, 23 de Setembro de 2017

Salário atrasado

Santa Casa de Campo Grande recebe
repasse, mas não paga médicos

Adiantamento por parte da prefeitura foi de R$ 9 milhões

14 SET 2017Por NATALIA YAHN06h:00

Mesmo com adiantamento de repasse no valor de aproximadamente R$ 9 milhões, feito pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), a Santa Casa de Campo Grande ainda não pagou os salários dos médicos. 

No dia 6 de setembro – quarto dia útil do mês –, o município adiantou quase R$ 7 milhões do teto pré-fixado, e na terça-feira (12) foram repassados mais R$2.233.500,00. 

A Sesau informou que o governo do Estado ainda não repassou a parte que lhe cabe nos recursos, no valor de R$ 2 milhões. A Secretaria de Estado de Saúde (SES) foi questionada sobre o atraso, mas não respondeu até o fechamento desta edição.

A Santa Casa confirmou que o pagamento dos salários dos médicos ainda não foi realizado, mas que normalmente ocorre após o repasse completo do valor pré-fixado, que é de R$ 20 milhões. Ainda de acordo com o hospital, a remuneração dos médicos é, geralmente, feita entre os dias 12 e 15 de cada mês, com atraso. 

Na semana passada, quando recebeu parte do recurso da Sesau, a Santa Casa informou que a quantia não era suficiente para quitar a folha de pagamento de todos os funcionários, que gira em torno de R$ 13 milhões. Por isso, com o adiantamento, o hospital pagou apenas os médicos pessoa jurídica que não haviam recebido em agosto, além de impostos e encargos. 

Os trabalhadores da enfermagem da Santa Casa fizeram dois dias de protestos – 11 e 12 de setembro – pelo atraso no pagamento dos salários. A manifestação terminou ontem após confirmação do depósito das remunerações.

INVESTIGAÇÃO

A Defensoria Pública do Estado vai investigar o fechamento dos leitos de internação da ala psiquiátrica da Santa Casa de Campo Grande, anunciado pelo hospital no dia 4 de setembro. 

O procedimento de apuração preliminar (PAP) publicado ontem no diário oficial vai apurar quais são os prejuízos causados aos pacientes internados no hospital por conta da transferência para o Hospital Nosso Lar.

Leia Também