Quarta, 28 de Setembro de 2016

CAMPO GRANDE

Rombo na Previdência do município pode somar R$ 120 milhões neste ano

Instituto previdenciário gasta R$ 10 milhões por mês acima do valor previsto

17 SET 2016Por DA REDAÇÃO06h:00

O Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande (IMPCG) gasta por mês R$ 10 milhões a mais que o previsto, o que somará, até o fim do ano, rombo de R$ 120 milhões. A projeção de despesa para este ano, segundo demonstrativo da Prefeitura da Capital, é de R$ 171,63 milhões, o equivalente à média mensal de R$ 14,3 milhões. No entanto, segundo demonstrativo financeiro do IMPCG, o desembolso médio mensal é de R$ 24,7 milhões. 

Os números do instituto mostram que, até julho (último dado), a despesa totalizou R$ 172,914 milhões e a receita, R$ 170,27, resultando em deficit de R$ 2,63 milhões neste ano. Neste ritmo (com desembolsos maiores que o montante arrecadado), o fechamento do ano será muito diverso do estimado, com superavit de R$ 91,176 milhões. 

(*) A reportagem, de Natália Yahn e Osvaldo Júnior, está na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Leia Também