Sexta, 22 de Setembro de 2017

PRECISA DE DOAÇÕES

Recém-nascidos correm risco de
ficar sem leite materno em hospital

Hospital Universitário pede doações de mães voluntárias

14 MAR 2017Por LAURA HOLSBACK11h:13

Com estoque baixo, recém-nascidos correm o risco de ficar sem leite materno, no Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian, em Campo Grande. Previsão é que o alimento estocado dure, somente, seis dias. O consumo é três vezes superior ao volume do estoque e o apelo é para doações.

De acordo com informações da unidade hospitalar, nesta terça-feira, 18 recém-nascidos estão consumindo o leite materno do banco. O consumo de cada paciente é de três litros por dia, enquanto que toda a doação diária é, em média, 1,2 litros. 

Mães que quiserem doar podem ligar no telefone 3345-3027 e agendar visita com equipe do HU que vai até a voluntária fazer a coleta. Também é possível fazer a doação diretamente no Banco de Leite que fica hospital, na Avenida Senador Filinto Müller, na Vila Ipiranga. O procedimento dura cerca de 15 minutos.

Tanto no hospital quanto na residência da doadora equipe de profissionais oferecem orientações sobre higiene e como deve ser feita a retirada do leite e o armazenamento.

 

Leia Também