Quinta, 08 de Dezembro de 2016

LAR DE IDOSOS

Com dívida milionária, Asilo São João Bosco corre risco de fechar as portas

Dívida do abrigo é de R$ 5 milhões

29 NOV 2016Por VALQUÍRIA ORIQUI17h:39

“O Asilo São João Bosco se tornou uma instituição de saúde devido ao grande número de idosos que precisam de cuidados médicos”. Esta é a fala do presidente do Asilo São João Bosco, Gercino José dos Anjos, localizado no Bairro Tiradentes, em Campo Grande, para denunciar as péssimas condições que o abrigo de idosos vive.

Conforme o presidente da instituição, o local está totalmente abandonado por parte da Secretaria de Saúde do Município (Sesau), e, hoje, mais parece um hospital do que um lar. “O Asilo São João Bosco se tornou uma instituição de saúde devido ao grande número de idosos que precisam de cuidados médicos constantes. Não temos apoio da Sesau”, desabafou.

Para Gercino, uma das soluções seria um convênio que arcasse pelo menos a folha de pagamento dos funcionários. “Não somos um almoxarifado, onde as pessoas colocam sacos de arroz, de feijão. É um lugar de cuidados, o idoso é uma vida, é a qualidade de vida deles que conta, queremos que eles andem, sejam saudáveis, possam cantar no coral e fazer as coisas de maneira independente”, pontuou.

De acordo com o responsável pelo abrigo, a Secretaria de Assistência Social (SAS) também está deixando de ajudar. Além disso, Gercino alega dívida da instituição no valor de R$ 5 milhões que pode fazer com que o asilo feche.“Não há recursos para pagar, do contrário vão eleger os bens a penhora e podemos perder, e vivemos correndo o risco de fechar as portas”, lamentou.

Leia Também