Sexta, 24 de Novembro de 2017

patrimônio

Prefeitura vai vender terrenos em áreas nobres para tentar levantar até R$ 33 mi

Áreas estão subutilizadas e tem metragem de 6x50

13 SET 2017Por RODOLFO CÉSAR E TAINÁ JARA15h:55

A Prefeitura de Campo Grande começou o processo para tentar levantar receita de até R$ 33 milhões com a venda de terrenos em bairros considerados nobres na cidade. São 12 áreas com medida de 6x50 metros no Carandá Bosque e Autonomista.

Essas áreas eram para servirem de passagem para pedestres, mas ficaram subutilizadas. Por isso, equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (Semadur) fez levantamento e deu início ao procedimento de liquidação dos terrenos.

O primeiro passo que é a desafetação já foi concluído. Essa medida jurídica precisa ser tomada para haver a autorização para a venda. Agora será montado o procedimento de licitação.

O secretário José Marcos da Fonseca explicou em agenda pública que ainda não há prazo para os terrenos serem licitados. "São 12 processos de terrenos desafetados e vamos agora montar a licitação. Eles foram avaliados em R$ 33 milhões", disse o titular da Semadur.

Há outras áreas com essa mesma metragem, de 6x50 metros, na cidade, mas por enquanto a prefeitura pretende colcoar a venda apenas os terrenos localizados em bairros onde há mais valorização imobiliária.

Leia Também