Domingo, 19 de Novembro de 2017

CAMPO GRANDE

Com contrato rompido, Praça do Noroeste não tem previsão de retomada

Prefeitura terá de conseguir novos recursos e promover nova licitação

12 SET 2017Por BÁRBARA CAVALCANTI12h:00

As obras da Praça da Juventude, no Jardim Noroeste, que estavam paradas há mais de quatro anos, agora não têm qualquer perspectiva de serem retomadas.  

Na semana passada foi publicado em Diário Oficial que a Prefeitura e a construtora responsável Marco Arquitetura, Engenharia, Construções e Comércio LTDA romperam o contrato.  

Agora, o Município terá de conseguir novos recursos e promover nova licitação, o que deixa a conclusão da Praça em um futuro ainda mais incerto. 

Conforme a publicação, da última terça-feira (5), a rescisão do contrato foi assinada em 14 de agosto. A empresa responsável pela obra era a Marco Arquitetura, Engenharia, Construções e Comércio LTDA. O documento especifica que o contrato foi rescindido bilateralmente e por isso não há crédito para a empresa.  

De acordo a prefeitura, pedido de rescisão do contrato veio por parte da construtora. O motivo foi porque no ano passado não foi feita a readequação do projeto, o que implicaria no reajuste do valor inicialmente contratado.  

"Diante da rescisão, a Prefeitura terá de viabilizar recursos no montante de aproximadamente R$ 1 milhão para conclusão da obra, além de promover uma nova licitação", comunicou a Prefeitura por meio de nota oficial.  

ABANDONO 

A nova gestão já recebeu a obra parada. A estimativa da atual administração é de que as atividades foram interrompidas com apenas 30% do serviço executado.

O valor inicial foi orçado em R$ 3,548.100,23, investimentos feitos pelo Ministério da Cultura e pela Prefeitura. Desta quantia R$ 1.1156.020,62 já tinham sido pagos.  

A previsão era de que a praça ficasse pronta em maio de 2013, quando foi dado início às obras no final do ano de 2012.  

Na época, o Ministério Público Federal (MPF) chegou a investigar o abandono, mas no ano passado decidiu arquivar o inquérito, mesmo com o projeto parado. O procedimento tinha sido instaurado após denúncias de que o local servia de depósito de lixo. No entanto, o MPF optou por arquivar o processo, porque o Tribunal de Contas da União (TCU) tinha informado que a ocorrência não demonstrava prejuízo ao Tesouro Nacional.  

A PRAÇA  

A obra da Praça da Juventude, fica na Rua Indianápolis, no Jardim Noroeste, em Campo Grande. A obra tinha término previsto para 5 de maio de 2013, mas ficou parada. A área está reservada como espaço de convivência comunitária para atividades culturais, de inclusão digital e de esporte e lazer para a população. 

Leia Também