Domingo, 20 de Agosto de 2017

POLÍTICA

Prefeito recupera projeto de lei
rejeitado há um ano por vereadores

Objetivo consiste em reunir despesas em único órgão de gestão

14 MAR 2017Por KLEBER CLAJUS09h:40

Rejeitado no ano passado por vereadores, projeto que centraliza gastos públicos foi reapresentado pelo prefeito Marcos Trad (PSD). Este permite concentrar na Secretaria Municipal de Gestão o orçamento para despesas com pessoal, material de consumo, publicidade e infraestrutura.

Pedro Pedrossian Neto, secretário de Finanças e Planejamento, explicou que a equipe de gestão já administra os contratos, porém não pode ordenar despesas por ser essa função de cada secretaria do município. “É uma questão de gestão interna”, resumiu.

Caso aprovado, o projeto prevê centralizar despesas com pessoal, vale-transporte, água, energia elétrica, gás, impressão e cópia de documentos, combustível e manutenção de veículos, publicidade e propaganda, além de obras e serviços de engenharia.

Mesma medida foi apresentada, há pouco mais de um ano, pelo ex-prefeito Alcides Bernal (PP). Esta foi rejeitada pelos vereadores, apesar do argumento de que esta poderia “promover agilidade e eficiência na gestão do orçamento”. 

Diante da nova composição da Câmara Municipal, conforme o presidente João Rocha (PSDB), o tema será novamente avaliado. “É uma questão de credibilidade. Esse entendimento com a nova gestão, onde há diálogo, as coisas mudam completamente”, ressaltou.

Leia Também