Segunda, 26 de Junho de 2017

Mundo do Tráfico

Policial e mais sete são presos com maconha, cocaína, pasta base e arma

Droga estava escondida em forro de imóvel e no interior de sofá da sala

10 JAN 2017Por VÂNYA SANTOS09h:43

Policial militar em estágio probatório, de 21 anos, e outras sete pessoas foram presas ontem com 234,8 quilos de maconha, 5,6 quilos de cocaína e dois quilos de pasta base de cocaína. Flagrante aconteceu por volta das 23h de ontem, na Avenida Arquiteto Vilanova Artigas esquina com Rua Leonor Garcia Rosa Pires, Bairro Aero Rancho, em Campo Grande.

Policiais do Batalhão da Polícia Militar de Choque (BPChoque) receberam denúncia de que quatro pessoas sentadas em mesa de lanchonete estariam exaltadas. No local, militares fizeram buscas nos homens, sendo que rapaz de 21 anos se apresentou como policial militar lotado na cidade de Ponta Porã. Na ocasião, ele portava pistola calibre .40 da PM, que foi apreendida.

Policial estava acompanhado de José Antônio Barros dos Santos, 26 anos, Maria Rosimeire Soria Estigarribia, 49 anos, e Eliane Antônia Benites Velasques, 36. Na bolsa de Eliane os militares encontraram pouco mais de dois quilos de pasta base de cocaína e um quilo de cocaína.

Questionada sobre a origem da droga, a mulher disse que trouxe de Ponta Porã em veículo Gol, junto com o policial e Maria. Os três então marcaram de se encontrar com José Antônio, que estava em veículo Corsa Classic.

Agentes do BPChoque perguntaram a José onde estava o Corsa e ele disse que o deixou em uma residência indicada pelo comparsa policial e que não sabia informar o endereço porque não mora em Campo Grande.

Diante dos dados das características e placas do veículo, outra equipe do Choque localizou o automóvel na Rua Gunter Hans, próximo ao Hospital Regional Rosa Pedrossian. Na ocasião, carro era ocupado por Deivid Ferreira, 27, Patrícia de Souza Coelho, 27, Erik Rodrigues de Oliveira, 33, e Natacha Haydee Santos Bareta, 23.

David, que estava na direção do Corsa contou aos militares do Choque que na verdade o carro era do policial e que ele estava hospedado na casa de Patrícia.

Diante das evidências e de várias contradições, equipe foi até a residência, onde foi atacada por um cão, que foi baleado. No local, militares encontraram, com apoio de cães varejadores, tabletes de droga escondidos no forro da cozinha, no forro do banheiro, no chão do quarto e dentro de um sofá. Outros dois carros estavam na garagem do imóvel, sendo um Fox que pertence ao Erik e um Uno de propriedade de David.

Veículos e drogas foram apreendidos e encaminhados para a Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico (Denar), enquanto os envolvidos foram levados para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Piratininga.

Leia Também