Domingo, 04 de Dezembro de 2016

CAMPO GRANDE

Peça mostra a herança cênica de Fernando Pessoa

19 OUT 2016Por OSCAR ROCHA15h:47

A multiplicidade criativa do escritor e poeta Fernando Pessoa (1888/1934) continua surpreendendo  seus admiradores, não somente aqueles que falam a língua portuguesa. Cada vez o  seu talento é reconhecido pelo mundo afora como um dos mais   importantes criadores do século 20. 

Um dos exemplos  da sua criatividade    poderá ser observada em Campo  Grande  diante de um dos seus textos menos conhecidos, a versão livre que fez   da trajetória  da personagem bíblica Salomé. A iniciativa é do diretor Jair Damasceno, que há alguns anos entrou em contato com o material. A  encenação  acontecerá amanhã, às 20h30min, dentro  do Projeto Bar e Teatro, que  vem sendo promovido pelo Bar   Valu  - Rua 13  de Maio, 4541.   

“Com certa regularidade, são  publicados materiais inéditos que fazem parte  do acervo de Fernando Pessoa e, há alguns anos,  chegou até o público essa peça assinada por ele, na qual se conta a história de Salomé. A produção do texto foi inspirada por outro espetáculo, escrito pelo autor inglês Oscar Wilde, que também narrou a história da  personagem”, explica o diretor. 

Fernando  Pessoa, segundo Jair, definia sua produção para o palco como  Teatro Êxtase, que, como  muitos elementos da sua obra, ainda suscita debates entre  especialistas.  “O texto ainda não  estava finalizado, ainda  faltavam muitas palavras. Mesmo assim  trazem muito da sua qualidade poética. Isso  pode ser  facilmente  identificado”, explica o diretor.

Em cena, cinco atores e um músico mostrarão  a força das  palavras do autor. “Essa  montagem que mostraremos é uma pré-estreia do espetáculo.  Como faremos em um bar, e não em uma sala de  espetáculo, certos elementos da  montagem final não poderemos utilizar”. A estreia oficial do  espetáculo acontecerá no fim de novembro, na  sede  do Teatral Grupo de Risco.  

Leia Também