Sexta, 22 de Setembro de 2017

Saúde

Município quer centralizar
pediatria em quatro UPAs

Atendimentos seriam no Leblon, Coronel Antonino, Vila Almeida e Universitário

13 SET 2017Por DA REDAÇÃO06h:30

Concentrar o atendimento pediátrico de Campo Grande em apenas quatro Unidades de Pronto Atendimento (UPA) é a intenção da prefeitura.

No entanto, a medida, que deve ser implantada apenas ano que vem, já gera reclamações e, inclusive, o Ministério Público Estadual (MPE) começou a apurar a situação, depois de ter recebido denúncia de profissional de rede pública de saúde.

Para o coordenador de Urgência e Emergência da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), Yama Higa, a concentração de pediatras em apenas quatro unidades ainda está “em negociação” e é baseada em duas situações, principalmente: falta desses profissionais para cobrir a escala nos postos e o fato de que apenas quatro UPAs concentram 72% de todos os atendimentos em saúde de Campo Grande.

A ideia é que as UPAs dos bairros Coronel Antonino, Vila Almeida, Leblon e Universitário sejam as únicas a manter pediatras 24 horas.

“Essas quatro concentram 72% de todos os atendimentos e o que a gente vê é que não há número suficiente de pediatras para preencher as escalas de forma coerente e responsável”, comentou.

*Leia reportagem, de Lucia Morel, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Leia Também