Terça, 25 de Abril de 2017

SESSÃO NA CÂMARA

Moção contra deputado Marun é aprovada por 12 votos a 9 na Câmara

Deputado se posicionou a favor da reforma da Previdência proposta pelo governo

16 MAR 2017Por VALQUIRIA ORIQUI16h:38

Moção de repúdio ao deputado federal Carlos Marun (PMDB), pelas declarações em que se posiciona contra os protestos dos trabalhadores da educação foi aprovada durante sessão de hoje da Câmara Municipal de Campo Grande, com 12 votos favoráveis, nove contra e uma abstenção.

Marun preside a Comissão Especial que analisa a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287, do Governo Federal, que prevê mudanças na Previdência Social, e ontem, centenas de manifestantes acamparam na entrada do Parque Residencial Dahma II, onde mora o deputado. Previsão é que fiquem no local até domingo.

Em vídeo gravado ontem, deputado disse que “isso não vai abalar nem diminuir a convicção de que é momento de pensar no Brasil. Os senhores que estão acampados estão pensando nas suas aposentadorias, eu também estou pensando nelas, porque eu luto para que elas possam ser pagas, mas é preciso neste momento que pessoas pensem no Brasil. Eu não vou desistir disso. A reforma da previdência é necessária e eu vou lutar para que ela aconteça”, disse o deputado.

Na tarde de hoje, grupo de manifestantes seguiram até a frente do prédio onde mora o deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM), para cobrar que o político vote contra a reforma da Previdência.  

Leia Também