Terça, 28 de Março de 2017

CAMPO GRANDE

Mãe obriga adolescente a tomar chá para abortar bebê e o enterra no quintal

Namoro dos jovens não era aceito pela família

15 MAR 2017Por VALQUIRIA ORIQUI e MARIANE CHIANEZI17h:46

Adolescente de 17 anos, gestante de cinco meses, foi forçada pela mãe a tomar chá para abortar o bebê. Depois do procedimento, a mãe enterrou o feto no quintal dos fundos da casa onde moram, no Bairro Guanandi, em Campo Grande. Episódio ocorreu na tarde de hoje, por volta das 17h.

Conforme a Tenente Fabrícia, aparentemente, a menina ingeriu chá abortivo e, neste momento, está no local sendo ouvida pelo delegado. “Fisicamente ela está bem, mas psicologicamente está bastante abalada. Ela confirmou que foi induzida pela mãe a tomar o chá”, informou a militar.

Informações apuradas no local são de que a mãe da jovem não aceitava o namoro da filha com homem 10 anos mais velho, e que havia descoberto a gestação há pouco tempo. Ainda conforme relatado ao Portal Correio do Estado, a jovem sofria constantes ameaças de que, se ficasse grávida, teria que cometer o aborto. 

Pessoa ligada à família relatou que, um dos motivos alegados para a não aceitação do namoro do casal, seria a condição financeiras do rapaz. O caso foi registrado na 5ª Delegacia de Polícia Civil.   

Quem acionou o socorro foi a avó paterna do bebê. Escondida da mãe, a adolescente telefonou para a mãe do namorado e contou o que tinha acontecido.

A perícia também realizou levantamentos no local para embasar a investigação.

 

 

 

Leia Também