Sexta, 30 de Setembro de 2016

PARALISAÇÃO

Justiça determina que bancários voltem
ao trabalho em Mato Grosso do Sul

Caso a medida seja descumprida, a decisão prevê multa diária de R$ 10 mil

16 SET 2016Por GABRIEL MAYMONE18h:37

A Justiça do Trabalho determinou que pelo menos 30% do efetivo dos bancários – em greve há 11 dias – retomem o trabalho nas agências e postos de atendimento das instituições bancárias de Mato Grosso do Sul. O pedido foi feito pela Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS).

A decisão foi tomada pelo juiz da 1ª Vara do Trabalho de Campo Grande, Tomas Bawden de Castro Silva, nesta sexta-feira (16), e passa a valer na próxima segunda-feira, dia 19 de setembro. Caso a medida seja descumprida, a decisão prevê multa diária de R$ 10 mil.

A OAB alegou, na Ação Civil Pública, que os serviços são indispensáveis e prejudicou o exercício do trabalho dos advogados, gerando prejuízos.

No texto da ação proposta pela OAB na Justiça do Trabalho, consta que a indisponibilidade por tempo indeterminado de atendimento bancário para o cumprimento dos mandados judiciais de pagamento e liberação dos valores depositados em contas judiciais, revela-se manifestamente ilegal. ““A Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso do Sul, no uso de suas prerrogativas constitucionais, ajuizou a ação visando assegurar ao cidadão o direito de ter os serviços atendidos”, disse o presidente da entidade, Mansour Karmouche. 

Leia Também