Domingo, 25 de Setembro de 2016

CAMPO GRANDE

Justiça fixa em R$ 400 fiança para liberar acusado de pornografia infantil

Acusado confessou que baixava fotos e negou ter molestado crianças

20 SET 2016Por VALQUÍRIA ORIQUI16h:26

Justiça determinou valor de fiança de R$ 400 para que José Antônio da Costa Duarte, de 40 anos, preso ontem em flagrante pelos crimes de receptação e armazenamento de imagens pornográficas infantis no celular e no computador, respondesse em liberdade. Após o pagamento, o suspeito foi solto.

Depois de prestar depoimento ao delegado Mario Donizete, da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), na tarde de ontem, pelo crime de armazenamento de imagens de pornografia envolvendo adolescentes, crianças e até bebês, o acusado foi encaminhado para Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), onde presta depoimento por receptação de telefone celular furtado.

Ao Portal Correio do Estado, Mario Donizete contou que José assumiu que baixava imagens de crianças, bebês e adolescentes. “Ele confessou que baixava foto de todo tipo da internet e negou que tenha molestado alguma criança”.

Donizete acredita que a Justiça tenha concedido pagamento de fiança pelo fato de José ser réu primário.

O acusado disse ainda que tal prática era recente, que trabalha como auxiliar de marcenaria, mas no momento está desempregado. Além disso, afirmou ser usuário de maconha. Solteiro, tem um filho e mora sozinho.

O aparelho celular, computador e pen drive foram levados para perícia. Após depoimento, foi encaminhado à Derf.

Leia Também