Domingo, 04 de Dezembro de 2016

EM CAMPO GRANDE

Aumento do IPTU na Capital deve
garantir R$ 310 milhões ao município

Valor corresponde a reposição da inflação

25 NOV 2016Por MARESSA MENDONÇA12h:51

O Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) vai ficar 8,5% mais caro em 2017, conforme anunciado, hoje, pelo prefeito Alcides Bernal (PP) e secretário de Planejamento, Finanças e Controle (Sepanflic), Disney Fernandes. A expectativa é que a arrecadação total do ano que vem seja de R$ 310 milhões.

Disney explicou que o reajuste corresponde apenas a reposição da inflação e deve alcançar 305.828 imóveis. O valor do IPTU para outros 450 prédios será superior ao índice, em decorrência de atualizações cadastrais, enquanto para 1.117 propriedades o valor do imposto ficará abaixo de 8,78%, também por mudanças no cadastro.

O secretário disse ainda que, até outubro deste ano, já foram arrecadados R$ 266 milhões, mas até o fim de dezembro a expectativa é receber mais R$ 30 milhões.

DESCONTOS

Em relação ao desconto, o secretário de finanças informou que será de 20% para os pagamentos feitos até 10 de janeiro ou de 10% até 10 de fevereiro. A regra é válida apenas para aqueles imóveis sem débitos anteriores.

Já os contribuintes inadimplentes que quiserem quitar o débito deste ano, até o dia 28 de dezembro, terão desconto de 90% nos juros.

Ainda segundo Disney, contribuintes que têm pago à vista nos últimos quatro anos terão 10% de desconto a mais se mantiverem esta opção neste ano. “É extremamente vantajoso. É o que a gente chama de valorização do contribuinte”, declarou o secretário.

Os carnês do IPTU começam a ser distribuídos a partir de segunda-feira (28).

DÍVIDAS

Disney pontuou ainda que a dívida ativa de Campo Grande é de R$ 2,3 bilhões. Deste total, 43% está relacionado ao atraso dos contribuintes no pagamento do IPTU.

Programa de Conciliação Administrativa foi lançado, nesta sexta-feira (25), para incentivar os contribuintes a quitarem as dívidas com a Prefeitura.

Interessados devem formalizar pedido na Prefeitura até o dia 28 de dezembro deste ano, pagando à vista ou parcelando em até 5 vezes. “Esse programa só tem um objetivo, o de valorizar o contribuinte municipal”, finalizou o prefeito.

Leia Também