Domingo, 04 de Dezembro de 2016

campo grande

Impasse com a Solurb tira
R$ 125 mi dos cofres públicos

Valor corresponde a 5,3% da receita total do município neste ano

30 NOV 2016Por DA REDAÇÃO07h:00

O impasse entre Prefeitura de Campo Grande e CG Solurb, responsável pela gestão da limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos na Capital, agora compromete os cofres públicos.

Conforme o prefeito Alcides Bernal (PP), o Executivo municipal tem um desfalque de R$ 125 milhões por causa dos repasses a empresa desde a determinação judicial que obrigou bloqueio de recursos para garantir o pagamento à concessionária, em outubro do ano passado. O valor pago representa 5,31% da receita do município até outubro deste ano (R$ 2,35 bilhões).

A CG Solurb suspendeu os serviços de coleta de lixo domiciliar três vezes no ano passado depois de atrasos nos repasses da prefeitura, referentes aos meses de junho, julho e agosto. Como resultado, a Justiça de Mato Grosso do Sul determinou o bloqueio de 20% do valor do repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e da cota-parte do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) das contas do Executivo para que o pagamento pelo serviço fosse regularizado.

*Leia reportagem, de Jones Mário, na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

 

Leia Também