Domingo, 23 de Julho de 2017

CAMPO GRANDE

Homem que matou rapaz com 32 golpes de canivete é condenado a 25 anos de prisão

Acusado também esfaqueou mulher depois de discussão em bar

17 MAR 2017Por GLAUCEA VACCARI18h:31

Wellington Barbosa da Rocha, 29 anos, foi condenado a 25 anos de prisão por matar com 32 golpes de canivete Taymisson Araújo Nogueira e tentar marar Elisa Cristina de Amorim, em Campo Grande. Julgamento foi realizado hoje na 2ª Vara do Tribunal do Júri.

Crime aconteceu no dia 27 de setembro de 2015, na rua Marco Antônio, Vila Romana.

De acordo com os autos do processo, acusado começou a importunar Elisa em uma conveniência, pedindo para ela dançar com ele, o que causou revolta em Taymisson, que acompanhava Elisa e foi tirar satisfação com Wellington.

Por conta da discussão, acusado foi até sua residência, pegou um canivete, se escondeu na casa ao lado da conveniência e aguardou até que o casal passasse pelo local, quando avançou em ambos e desferiu 32 golpes no rapaz e quatro na mulher.

Taymisson morreu no local e Elisa foi socorrida, encaminhada a uma unidade de saúde e sobreviveu.

No julgamento, promotor de justiça pediu a condenação por homicídio triplamente qualificado e tentativa de homicídio duplamente qualificada.

Já a defesa pediu absolvição por legítima defesa quanto a Taymissom e desclassificação para lesão corporal no caso de Elisa, sustentando que não houve intenção de matar.

Conselho de Sentença, por maioria de votos, condenou o acusado por homicídio qualificado por motivo fútil, uso de meio cruel e de recurso que dificultou a defesa da vítima e por tentativa de homicídio qualificada por motivo fútil e uso de recurso que dificultou a defesa da vítima.

Juiz titular da Vara, Aluizio Pereira dos Santos, fixou a pena em 20 anos pelo homicídio e em cinco anos pela tentativa, somando-se 25 anos de prisão em regime fechado.  

Leia Também