Quarta, 28 de Setembro de 2016

CAPITAL

Homem que matou ex com tiros pelas costas é condenado há 16 anos de prisão

Emília Brito foi assassinada na frente do filho que tinha com o ex

21 SET 2016Por MARIANE CHIANEZI18h:26

Em júri realizado hoje em Campo Grande, Josuel Aparecido da Silva, 58 anos, foi condenado à pena de 16 anos de prisão. Ele é acusado de matar a ex-esposa Emília Brito, há 17 anos, no bairro Coophatrabalho, com tiro nas costas.

Conforme o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, Josuel e Emília estavam separados há 20 dias quando ele tentou reatar o relacionamento. Ele invadiu a casa da ex e a convidou para passear.

Depois de conversarem, ambos retornara para a residência, onde o filho do casal aguardava, e enquanto a vítima caminhava para o interior do domicílio, o acusado sacou a arma e disparou pelas costas de Emília. Em seguida fugiu.

Durante a sessão de julgamento, a acusação requereu a condenação conforme os termos da pronúncia, com o reconhecimento da reincidência. A defesa sustentou as teses de absolvição por clemência e exclusão das qualificadoras.Reunido em sala secreta, o Conselho de Sentença condenou o réu por homicídio qualificado.

Leia Também