Terça, 26 de Setembro de 2017

vítima armada

Homem vai ajudar vítima de
acidente e tem caminhonete roubada

Rapaz de 21 anos que sofreu capotagem estava armado com espingarda

17 SET 2017Por RENAN NUCCI09h:35

Ivo Bezerra Gomes Ferreira, de 21 anos, foi preso pela Polícia Militar no final da noite de sábado, depois de se envolver em capotamento e roubar a camionete S-10 de uma homem que tentou ajudá-lo.

Os fatos ocorreram na Avenida Gury Marques, em Campo Grande, região do Bairro Universitário. Durante tentativa de fuga, o autor lançou o veículo contra policiais militares que revidaram com disparos. Ivo acabou preso em flagrante com uma espingarda e um revólver calibre .-22.

Conforme apurado, o proprietário da camionete, um gerente de recursos humanos de 50 anos, voltava para a casa por volta 23h, quando perceu que Ivo passou em alta velocidade em um GM Corsa. Logo em seguida, perdeu o controle da direção e capotou o carro.

O gerente de recursos humanos, então, estacionou a S-10 para prestar socorro, juntamente com outras pessoas que se aproximavam. Ivo não sofreu ferimentos graves e, por razões desconhecidas, saiu do carro segurando a espingarda e passou a ameaçar todos que estavam ali.

Por segurança, testemunhas acionaram a Polícia Militar enquanto se escondiam para se proteger de possíveis disparos.

Ivo aproveitou-se da situação e entrou na S-10 do gerente de RH. Ele conseguiu trafegar por cerca de 100 metros até ser abordardo pela PM, que chegou rápido porque fazia rondas nas proximidades.

O acidentado desobedeceu às ordens de parada e lançou o veículo na direção dos militares, sendo alvo de tiros. Os projetéis atingiram os dois pneus do lado esquerdo, bem como o radiador da caminhonete, o que obrigou o suspeito a parar.

Ele tentou resistir à prisão, mas acabou detido e levado à Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) da Vila Piratininga.

Além da S-10, o carro GM Sonic de um estudante de 20 anos, genro do gerente de RH e que o acompanhava no percurso, também foi atingido por disparos. Além da espingarda, Ivo portava um revólver .22 com sete munições. Na casa dele, no Universtário, os militares flagraram mais munições e espoletas.

A Polícia Civil investigará porque o suspeito tinha todas essas armas e o que pretendia fazer com elas. Para a família do gerente de RH, a tentativa de ajudar a vítima do acidente resultou em prejuízo na caminhonete e o susto. Ninguém ficou ferido.

 
  • Marca de tiro em veículo de vítimas de roubo. Foto: Álvaro Rezende/Correio do Estado
  • Foto: Álvaro Rezende/Correio do Estado
  • Marca de tiro em veículo de vítimas de roubo. Foto: Álvaro Rezende/Correio do Estado
  • Foto: Álvaro Rezende/Correio do Estado

Leia Também