Terça, 21 de Novembro de 2017

ECONOMIA

Estado terá injeção de R$ 2,3 bi na economia com 13º salário em 2017

Número de trabalhadores formais no mercado reduziu 2,3%

8 NOV 2017Por YARIMA MECCHI13h:14

Mato Grosso do Sul terá R$ 2.393.257,41 injetados na sua economia com o 13º salário dos trabalhadores, segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). De acordo com o órgão, com relação a 2016 houve um aumento de 1,6%, ou seja, R$ 38.068.808,51 a mais.

O aumento em valores é superior, mas o número de trabalhadores formais no mercado reduziu de 2016 para 2017. No ano passado eram 688.562 a mais, uma redução de 2,3%. Conforme o Dieese, essa categoria representa 64,1% do total de beneficiários.

Entre os assalariados do setor público e privado, a redução foi de 13.767, e de três mil empregados domésticos com carteira assinada, sendo 3,4% de beneficiados. O rendimento médio desses grupos é de R$ 2.585,62, um acréscimo de R$ 53,76, em termos monetários.

Os aposentados e pensionistas, números com base no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), representam 35,9% das pessoas que vão receber o 13º salário. A quantidade de pessoas que passaram a acessar o Regime Geral de Previdência Social aumentou em 5.130, chegando a 376.432 em 2017. O valor médio da remuneração é de R$ 1.736,48.

Leia Também