Quinta, 08 de Dezembro de 2016

Gastos

Endividamento afeta 156,6 mil
famílias de Campo Grande

Levantamento aponta que 32% da renda das pessoas está comprometida com dívidas

16 OUT 2016Por Da Redação07h:30

Pesquisa elaborada pela Federação do Comércio, Bens e Serviços de São Paulo (Fecomércio/SP) aponta que mais da metade das famílias campo-grandenses estão endividadas. O porcentual foi de 56%, segundo a 6ª Radiografia do Crédito e do Endividamento das Famílias Brasileiras, o que corresponde a 156,6 mil famílias.

O resultado da Capital ficou abaixo da média nacional e foi o segundo melhor em comparação às outras três capitais da região Centro-Oeste: Goiânia aparece com  34% das famílias endividadas. Já em Brasília (DF), o índice endividamento chega a 78%, mais alto do Centro-Oeste e o terceiro maior de todo o País. A média nacional foi de 58% das famílias com dívidas. 

A análise da Fecomércio contempla dados de 2013 ao primeiro semestre deste ano, levando em consideração informações do Banco Central do Brasil, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e Confederação Nacional do Comércio (CNC). Ainda segundo o levantamento, o valor médio da dívida por família campo-grandense foi de R$ 1,2 mil, abaixo da média nacional (R$1,569 mil).

Reportagem de Renata Prandini está na edição de hoje do Correio do Estado.

Leia Também