Quinta, 19 de Outubro de 2017

MAIS UMA VÍTIMA

Empresário cai em mentira de falso cliente e perde R$ 21 mil em golpe de envelope vazio

Dono da empresa não desconfiou e devolveu dinheiro que nem entrou na conta

18 MAR 2017Por VALQUIRIA ORIQUI16h:29

Mulher de 56 anos, relatou à polícia que o marido, empresário no ramo de sondagem, caiu, na tarde de ontem, no golpe do envelope vazio, em Campo Grande. Por volta da 14h o marido recebeu uma ligação no escritório da empresa de pessoa interessada em contratar serviço de sondagem. Após acertar o local e os detalhes do serviço, o valor combinado foi de R$ 1,9 mil.

O contratante solicitou os dados bancários para efetuar o depósito do valor acertado, porém, ressaltou que a conta deveria ser do Bradesco. Na quinta-feira, 17, o falso cliente depositou envelopes vazios no valor de R$ 23 mil na conta da empresa.

Ao verificar o saldo bancário pela internet, o empresário confirmou que o depósito realmente havia sido feito. Na manhã de ontem o suposto contratante ligou para a comunicante e disse que o valor depositado no dia anterior foi feito errado. Que a secretária trocou os envelopes e acabou depositando R$ 23 mil na conta, por equívoco, e que na verdade aquele valor era para outra pessoa.

Diante da justificativa o golpista solicitou que a empresa lhe devolvesse a diferença depositada a mais, ou seja, R$ 21,1 mil. Acreditando na história, o dono da empresa, sem saber que o depósito era uma fraude e que os envelopes estavam vazios, foi ao computador e efetuou uma transferência bancária no valor de R$ 21,1 mil para a conta do estelionatário.

Conforme boletim de ocorrência, antes de conseguir efetuar a transferência, a vítima tentou realizar o mesmo procedimento em outra conta, mas não conseguiu porque o sistema acusou conta inativa. No mesmo momento em que conseguiu efetuar a transação bancária, o dono da empresa percebeu que teve seu acesso ao sistema e celular bloqueados.

Ao ligar para a gerente de conta e questionar o motivo dos bloqueios, solicitou que o desbloqueio fosse feito imediatamente. Com a ajuda da funcionária do banco o empresário conseguiu desbloquear a conta e fazer a transferência bancária no valor de R$ 21,1 mil, sendo mais uma vítima do golpe do envelope vazio.  

Leia Também