Quarta, 07 de Dezembro de 2016

Tentativa de homicídio

Dupla que se recusou a pagar e tentou matar garota de programa vai a júri

Acusados atiraram na cabeça da vítima depois de se recusarem a pagar

18 OUT 2016Por GLAUCEA VACCARI19h:51

Júlio Cesar Souza de Carvalho Júnior e Keferson Gustavo Pereira serão julgados amanhã por tentativa de homicídio de uma gatota de programa. Julgamento será a partir das 8h, na 2ª Vara do Tribunal do Júri, em Campo Grande. 

De acordo com o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS), no dia 11 de novembro de 2015, acusados contrataram programa sexual com duas mulheres e, depois de concluído o programa, se recusaram a pagar pelo serviço.

Por conta da recusa, iniciou-se uma discussão e, no cruzamento das ruas Passo Fundo e José Carlos Medina, Jardim Vida Nova, Júlio César parou o carro para que as mulheres descessem, momento em que Keferson sacou um revólver e efetuou um disparo.

Acusados fugiram, mas retornaram ao local momentos depois. Júlio César parou o carro perto das mulheres e Keferson desceu, aproximou-se de uma delas, deu vários tiros na cabeça da garota de programa e fugiu. Ela foi socorrida e sobreviveu.

Na denúncia, Ministério Público afirma que acusados agiram por motivo torpe, porque se recusaram a efetuar o pagamento do programa sexual, e usaram recurso que dificultou a defesa da vítima, pois a surpreenderam pelo primeiro disparo e posteriormente a alvejaram a queima-roupa por outros disparos, sem chance de defesa.

Juiz titular da Vara, Aluízio Pereira dos Santos, pronunciou os acusados por homicpidio qualificado. Keberson também vai responder por porte ilegal de arma de fogo, com concurso de pessoas e concurso material. Julgamento será às 8h.

Leia Também