Quarta, 07 de Dezembro de 2016

Homem e adolescente

Dupla que arremessava droga por cima do muro da Máxima é presa

Homem e adolescente de 15 anos agiam a mando de presos na Capital

18 OUT 2016Por GLAUCEA VACCARI E MARESSA MENDONÇA16h:18

Adélio Cristiano Souza de Amorim, conhecido como Corumbá, de 30 anos, foi preso, e um adolescente de 15 anos apreendido, por arremessarem drogas por cima do muro do Presídio de Segurança Máxima da Capital. Eles foram apresentados na tarde de hoje, na Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico (Denar).

De acordo com o delegado João Paulo Sartori, trabalho de arremessar drogas era feito há um tempo pela dupla, que era contratada por presos. Por meio de investigações, polícia identificou os suspeitos e eles foram detidos na tarde de ontem, em uma casa na Rua Ouro Negro, Jardim Sayonara.

Adélio cumpria pena do Centro Penal Agroindustrial da Gameleira, de onde era fugitivo, e o adolescente já foi apreendido anteriormente pelo mesmo ato infracional.

Casa era usada para armazenar o entorpecente e, no local, foram encontrados 31 tabletes de maconha, que totalizaram 8,1 quilos e R$ 750 em dinheiro. Em dois dos tabletes também estavam escondidos dois celulares. 

Adélio foi preso (Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado)

Conforme o delegado, Adélio fazia o trabalho inicialmente sozinho, mas por problemas na perna, recrutou o adolescente para ajudá-lo. Ele recebia R$ 300 por quilo de droga arremessada, enquanto o menor ganhava comissão de 200 por dia.

Homem foi preso e o adolescente será encaminhado para uma Unidade Educacional de Internação (UNEI).

Leia Também