Sexta, 21 de Julho de 2017

EM ATRASO

Prefeitura confirma pagamento
a duas entidades assistenciais

Ontem, sete instituições alegaram atraso nos repasses por parte do município

20 ABR 2017Por GLAUCEA VACCARI19h:21

Instituições assistenciais de Campo Grande vão receber R$ 283.965,00 a mais da Prefeitura de Campo Grande. Extratos de termo aditivo dos contratos com a Associação Pestalozzi e Instituição Adventista Central Brasileira de Educação e Assistência Social foram publicados hoje em edição extra do Diário Oficial do Município.

De acordo com os documentos, no caso da Associação Pestalozzi fica acrescido o valor de R$ 160.965,00, a ser pago em 10 parcelas. Já o valor acrescido no contrato com a Instituição Adventista é de R$ 78 mil, também a ser pago em 10 meses.

Montante será repassado com recursos do Fundo Municipal de Assistência Social (FMAS).

Ontem, Associação Pestalozzi e outras seis entidades assistenciais alegaram atraso no pagamento de convênios com a prefeitura, afirmando que não recebem desde janeiro.

As entidades que enfrentam falta de recursos são: Associação Campo-Grandense de Pessoa com Deficiência (ACPD), Sociedade Educacional Juliano Varela, Escola Especial Colibri, Pequeno Cotolengo Sul-Mato Grossense, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e Associação Tagarela – Desenvolvimento do Potencial dos Portadores de Necessidades Especiais.

A secretária de Assistência Social, Maria Angélica Fontanaria de Carvalho e Silva, informou que não há atraso nas transferências e que situação é decorrente de falta de algum documento que as entidades precisam apresentar para haver liberação do dinheiro.

SAS mantém convênios com 63 Organizações da Sociedade Civil (OSC) e repassa anualmente a soma de R$ 9.768.858,00. Por mês, os pagamentos são de R$ 814.071,50.

Leia Também