Quarta, 22 de Novembro de 2017

RISCO

Drones sobrevoam área do Exército que teme monitoramento e pode prender

Código Penal Militar prevê que situação pode render prisão

17 FEV 2017Por ALINY MARY DIAS E GILDO TAVARES11h:14

Nos últimos dias, veículos aéreos não tripulados, mais conhecidos como drones, têm sobrevoado área do Exército em Campo Grande. A situação preocupa os militares que afirmaram hoje que podem prender quem operar os equipamentos.

A situação estaria ocorrendo com mais frequência no espaço aéreo na região do 9° Batalhão de Suprimento (BSup), na Vila Alba. Na área estão paióis do Exército que abrigam armamento e munições.

O temor do Comando Militar do Oeste (CMO) é que o sobrevoo dos drones não seja apenas uma brincadeira e que a área possa estar sendo alvo de monitoramento.

De acordo com o tenente-coronel Emerson Pereira, o Código Penal Militar prevê que qualquer levantamento não autorizado feito em áreas militares é proibido e, por isso, militares poderão agir prendendo quem for flagrado controlando drones na região militar.

 

Leia Também