Domingo, 04 de Dezembro de 2016

não deu tempo

Arquiteto tem prejuízo de R$ 10 mil com carro incendiado após deixar oficina

Dono do veículo tinha acabado de sair da oficina

28 NOV 2016Por VALQUÍRIA ORIQUI E MARIANE CHIANEZI17h:42

Claudio César Soares Sousa, de 33 anos, voltava da oficina mecânica para casa, no Bairro Parati, em Campo Grande, com o veículo Gol de cor vermelha, quando o carro parou de funcionar. Em uma das tentativa de dar partida, percebeu fogo no motor.

Na Rua Anhumas, esquina com a Rua Jorge Chaia, no Bairro Vila Piratininga, o arquiteto tentou apagar as chamas com o extintor do carro, sem sucesso.

Para conter o fogo foi preciso ajuda de funcionários de uma empresa de solda. Com o auxílio de outros extintores, o fogo foi extinto. Quando o Corpo de Bombeiros chegou, as chamas já estavam apagadas.

“Eu acabei de tirar o carro da oficina, estava arrumando a parte elétrica. De repente, o carro parou de funcionar. Tentei dar partida e quando acelerei começou a pegar fogo”, contou Claudio à reportagem.

O veículo é avaliado em R$ 23 mil e proprietário disse que não tem seguro. Ele prevê que seu prejuízo deve ser de pelo menos R$ 10 mil porque não houve danos em toda a carroceria.

O motor do carro ficou totalmente destruído, os pneus da frente derretidos e a lataria da parte da frente também acabou comprometida.  

Leia Também