Sexta, 22 de Setembro de 2017

CAMPO GRANDE

Casal acusado de matar jovem a facada
na Praça do Rádio Clube vai a júri

Vítima teve relacionamento com acusada e marido matou por ciúmes

16 FEV 2017Por GLAUCEA VACCARI19h:11

Kielvinn de Moraes, 25 anos, e a esposa Íris Adriana Barbosa da Silva, 22, acusados de matar Thays Giedry Borges Santos, 22 anos, na Praça do Rádio Clube, serão julgados amanhã pela 2ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande.

Crime aconteceu no dia 31 de janeiro de 2016. Vítima foi atraída ao local por mensagens de celular e ligações de Íris, que já havia tido relacionamento extraconjugal com Thays e ainda mantinha contato.

Quando conversavam em um banco, Kielvinn surpreendeu a vítima com um golpe de faca no pescoço. Thays percorreu alguns metros e caiu morta perto da pastelaria onde trabalhava e de onde havia saído por alguns instantes para o encontro.

Depois do crime, ambos fugiram para Ribas do Rio Pardo, onde moravam, e foram presos em uma chácara do município. Na ocasião da prisão, Kielvinn tentou fugir e usou a filha do casal como escudo para se proteger de possíveis tiros.

Juiz Aluízio Pereira dos Santos, titular da 2ª Vara, entendeu que há indícios suficientes que Íris atraiu a vítima para a praça sabendo que seu companheiro iria matá-la, em razão de ciúme que ele sentia de Thays.

Íris foi pronunciada por homicídio qualificado mediante emboscada e Kielvinn por homicídio qualificado por motivo torpe e mediante emboscada, além de resistência por tentativa de fuga. Julgamento começa às 8h.

Leia Também