Sábado, 25 de Novembro de 2017

Infração recorrente

Caminhonete que matou Carolina tem 6 multas por excesso de velocidade

Registro das penalidades consta no Diário Oficial de Campo Grande

5 NOV 2017Por LUANA RODRIGUES13h:30

A caminhonete Nissan Frontier, que era conduzida por João Pedro da Silva Miranda Jorge, de 23 anos, quando atingiu veículo VW Fox e matou Carolina Albuquerque Machado, 24 anos, tem pelo menos seis multas por excesso de velocidade e uma por ultrapassar o sinal vermelho registradas.

As informações constam em diferentes edições do Diário Oficial de Campo Grande. Nas publicações, está detalhado o número da placa do veículo, do auto de infração, o código e artigo infringidos, além do valor da multa. Não é informado o nome do condutor envolvido na ocorrência.

 A primeira multa registrada em nome da placa da caminhonete, que consta na publicação oficial, é de 17 de julho de 2011, quando foi infringido o 2º parágrafo do artigo 218 do Código de Trânsito Brasileiro - que significa transitar  em velocidade superior à máxima permitida para o local em mais de 20% e até 50%.

Em 30 setembro de 2012, houve o registro de uma nova multa pelo mesmo artigo. Desta vez com a infração do primeiro parágrafo, que representa  transitar em velocidade superior à máxima permitida para o local em até 20%.

Esta mesma infração foi repetida em 1º de novembro de 2014, 22 de dezembro de 2014 e 2 de outubro de 2015. Já em 13 de novembro do mesmo ano,  a caminhonete foi flagrada ao ultrapassar sinal vermelho. E em 23 de setembro do ano passado, houve registro de multa por excesso de velocidade novamente.

 ACIDENTE

Carolina Albuquerque Machado, 24 anos, morreu depois de ter o veículo atingido por uma caminhonete modelo Nissan Frontier, que estava em alta velocidade. Acidente de trânsito aconteceu por volta de 0h30 de quinta-feira (2), na Avenida Afonso Pena, região do Bairro Santa Fé, em Campo Grande.

Conforme informações do Batalhão da Polícia Militar de Trânsito (BPTran), condutor da caminhonete seguia pela avenida, sentido Parque dos Poderes / Centro, a uma velocidade aproximada de 160 km/h, quando colidiu contra a lateral de veículo Fox, conduzido por Carolina, que teria avançado sinal vermelho para transitar pela Avenida Paulo Coelho Machado.

Na ocasião, caminhonete era conduzida  por João Pedro da Silva Miranda Jorge, 23 anos, que fugiu. do local sem prestar socorro, abandonando até o irmão, de 21 anos, que foi socorrido pelo bombeiros.

João era considerado foragido desde sexta-feira (3), quando a Justiça decretou sua prisão preventiva. Após passar pouco mais de 12 horas foragido, o suspeito se apresentou à polícia no sábado a tarde. 

Ele responde por homicídio e omissão de socorro. A investigação sobre o caso ficará a cargo da Terceira Delegacia de Polícia, no Bairro Carandá Bosque. 

Leia Também