Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Campo Grande

Após bebedeira, mecânico mata
esposa e filha com facadas no pescoço

Vítimas foram socorridas por equipe dos Bombeiros e Samu

16 OUT 2016Por VÂNYA SANTOS E KLEBER CLAJUS10h:08

A dona de casa Maria das Dores da Silva, de 50 anos, e sua filha Dayane July da Silva, 29 anos, foram assassinadas com facada no pescoço pelo mecânico Agenor Magalhães Oliveira, de 53 anos. Caso registrado como feminicídio aconteceu por volta das 19h40 de ontem, na casa da família que fica na Rua Palami, Bairro Moreninha II, em Campo Grande.

Para equipe da polícia, uma irmã de Maria das Dores relatou que a vítima e o marido Agenor sempre consumiam bebida alcoólica e casal brigava com frequência. Já a sobrinha da dona de casa contou que momentos antes do crime, mãe, filha e o autor ingeriram bebida alcoólica em uma conveniência nas imediações.

Maria foi esfaqueada no pescoço, nas costas e estava na varanda da casa. Já Dayane foi atingida no pescoço, no abdômen, na costela e estava na via pública. Ambas apresentavam cortes que indicam que tentaram se defender das agressões.

Mãe e filha foram socorridas por equipes do Corpo de Bombeiros e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiram aos ferimentos e morreram momentos depois.

Vizinhos disseram para a polícia que sequer ouviram qualquer barulho, mas indicaram que as vítimas poderiam ter sido esfaqueadas por Agenor que estava na casa, mas fugiu em seu veículo Fiat Premio, azul.

Policiais fizeram buscas pela região, mas Agenor não foi encontrado. Caso é apurado por investigadores da Polícia Civil, que apreenderam um aparelho celular no local do crime.

Leia Também