Quarta, 18 de Outubro de 2017

Estado Grave

Adolescente temido em bairro de Campo Grande espanca homem durante roubo

Ele foi apreendido ontem pela Polícia Militar e levado para a Unei

6 OUT 2017Por MARESSA MENDONÇA E RENAN NUCCI09h:00

Homem de 36 anos foi espancado durante roubo na noite de ontem no Jardim Tarumã, em Campo Grande. De acordo com a Polícia Civil, o suspeito é um adolescente de 17 anos, conhecido no bairro onde mora por ser agressivo.

Ao Correio do Estado, o delegado Tiago Macedo contou que o crime aconteceu por volta de 0h no cruzamento das ruas Verde Louro com Fanorte, quando o homem que estava em motocicleta foi abordado e espancado pelo garoto.

Morador viu a vítima caída no chão e fez sinal para uma viatura da Polícia Militar, que fazia ronda nas proximidades. Os militares chamaram o Corpo de Bombeiros e saíram em busca do suspeito.

Os PMs abordaram dois homens que estavam sentados em frente a residência e eles responderam que não conheciam a vítima. Os policiais viram motocicleta Yamaha Factor estacionada no local e acabaram descobrindo que se tratava da moto da vítima.

Os homens foram levados para a delegacia, onde informaram serem usuários de drogas. Eles disseram ainda que compram o entorpecente do adolescente.

Ainda durante o depoimento, os homens disseram não terem participado do crime. Eles apenas guardaram a motocicleta a pedido do garoto porque tiveram medo da reação dele.

Com estas informações, policiais militares voltaram ao Bairro Tarumã, onde o adolescente mora. Outros moradores confirmaram que ele comercializa entorpecentes e é conhecido por ser violento.

O garoto foi encontrado e confessou ter agredido o homem.  Ele disse aos policiais que a vítima tinha uma dívida de droga com ele no valor de R$ 50.  

O adolescente declarou ter se envolvido em briga com o homem, mas como ele não tinha nenhuma lesão a polícia descarta essa possibilidade.

Ele foi levado para Unidade Educacional de Internação (Unei) e vai passar por audiência de custódia.

A vítima foi encaminhada para a Santa Casa em estado grave.  

Leia Também