Quinta, 29 de Setembro de 2016

JÚRI

Acusado de matar homem na frente da esposa pega 16 anos de prisão

Crime aconteceu em novembro de 2014

16 SET 2016Por VALQUÍRIA ORIQUI16h:45

Rafael Corrêa da Silva, de 23 anos, acusado de matar Alexandre da Silva Torres, no dia 10 de novembro de 2014, foi condenado hoje, a 16 anos e 10 meses de reclusão por homicídio qualificado e porte ilegal de arma de fogo. O julgamento aconteceu na 2ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande. Os motivos do crime foram desavenças entre autor e vítima.

Conforme noticiado na época, esposa da vítima contou que estava acompanhada pelo marido na Rua Mestre Valentim, no Conjunto Residencial Estrela do Sul, quando Rafael chegou discutindo com Alexandre.

Durante o desentendimento, o autor colocou a mão na cintura e disse: “Eu não tenho nada a perder, baixa sua bola, você tem mulher e filhos”. Momento em que Alexandre rebateu: “Não vou baixar a bola, pode vir”.

Rafael, então, sacou arma de fogo e fez vários disparos atingindo a vítima com três tiros na cabeça, um na clavícula e outro nas costas. Alexandre morreu ainda no local, aos 31 anos.

Na avaliação do Ministério Público, o denunciado utilizou de recurso que dificultou defesa, tendo em vista que teria atirado quando a vítima estava de costas e caída no chão.

 

Leia Também