Domingo, 26 de Março de 2017

HOMICÍDIO QUALIFICADO

Acusadas de matar manicure vão
a júri no dia 29 deste mês

Crime aconteceu em janeiro do ano passado na cachoeira do Céuzinho

14 MAR 2017Por GLAUCEA VACCARI19h:11

Júri de Gabriela Santos Antunes, 21 anos, e Emilly Karoliny Leite, 20, acusadas de matar a tiros a manicure Jennifer Nayara Guilhermete, 22, em janeiro do ano passado, foi marcado para o dia 29 de março, às 8h, na 2ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande.

Ambas irão responder por homicídio qualificado por motivo torpe e uso de recurso que dificultou a defesa da vítima, corrupção de menores e posse irregular de munições.

Jennifer foi morta a tiros no dia 15 de janeiro e localizada na Cachoeira do Céuzinho um dia depois. Gabriela e Jennifer tinham uma briga há cerca de quatro anos. A manicure havia namorado o atual companheiro de Gabriela e isso ainda era motivo de ciúmes.

Primeiramente, Gabriela foi até Jennifer, que estava na casa de uma cliente no Bairro Vida Nova. O argumento utilizado para a vítima entrar no carro e sair do local era de que Gabriela queria resolver a briga das duas.

Gabriela disse que elas seguiriam para a casa de uma outra pessoa, próximo a Avenida Euler de Azevedo, sentido a Cachoeira Ceuzinho, onde haveria a conciliação da briga.

Emilly e uma adolescente de 16 anos, sobrinha de Alisson, também estavam no carro. No local do crime, Gabriela sacou a arma e desceu do veículo junto com a vítima, até a cachoeira, onde fez os disparos.

Testemunhas de defesa e acusação foram ouvidas em abril e junho do ano passado, durante etapa de instruções.

Leia Também